News 11 - Um Mundo Baseado no Medo

Nos final da década de 90 e início dos anos 2000 o mundo viveu uma crise ética. Algumas empresas comerciais e de consultoria sucumbiram por conta das ações de seus lideres.

Empresas como Enron, Tyco, Worldcom, Arthur Andersen sumiram do mapa por uma questão de uma ética duvidosa que acabou definindo uma nova ordem no cenário econômico.

Antes disso, no final da década de 80 e início dos anos 90, o mundo se voltou para um movimento voltado para a Qualidade. Depois esse movimento se estendeu para a área de Meio Ambiente, Saúde e Segurança e Responsabilidade Social, culminando com iniciativas de Sustentabilidade.

Hoje, a mundo está lutando contra um inimigo que mora dentro dos seres humanos: a corrupção.

Os últimos acontecimentos que envolvem empresas significativas no cenário econômico nacional têm dado conta da importância de um programa de compliance aderente à Lei Anti Corrupção e as mudanças a serem implementadas não são exatamente nos sistemas de gestão das empresas, mas no sistema de crenças e valores de seus líderes.

É aí que entra o que acredito! As mudanças são fora, mas as transformações são dentro.

No inicio dos século 21, o congresso americano, por meio de dois de seus congressistas, criou a Lei Sarbanes-Oxley, que procura instaurar um modelo de governança corporativa em empresas de capital aberto.

Mas essa intenção não prospera dentro das empresas, mas dentro de seus lideres. Por isso acredito que a transformação do mundo passa pela transformação do indivíduo.

O Modelo do Pensador é um modelo de gestão sustentável baseado em valores, princípios e propósito, que sustentam as iniciativas estratégicas, o clima e a cultura organizacionais para, de forma mais efetiva, auxiliar a companhia na consecução de sua visão, objetivos e metas.

Na Newsletter passada mencionei a experiência de A.G. Lafley, CEO da P&G, que menciona o que só o presidente, o CEO pode fazer. Uma dessas coisas é a definição da conduta e dos padrões éticos de comportamento e dos valores da empresa.

Analistas dizem que há uma crise econômica e de energia no ambiente externo, mas há espaço para discutir a existência de uma crise de valores, de comportamentos aceitáveis dentro de uma ordem coletiva.

Semana passada o mundo se deparou com uma notícia que não gerou muita repercussão: o escândalo da FIFA.

Isso confirma a tese de que o modelo de negócios do mundo é baseado no medo.

Eu explico: o que faz homens tão bem formados, tão bem sucedidos, com posições de liderança capazes de influenciar milhares ou milhões de pessoas, cairem em tentação?

O que faz diretores de empresas (Enron, Tyco, Worldcom, Petrobras, Andrade Gutierrez, Odebrecht, Camargo Correia, BNDES, etc), do alto de suas posições, tendo eles estudado, vindos de berços esplêndidos, terem um comportamento ético que viola as regras coletivas mas que atende às suas regras individuais?

Qual o conjunto de valores desses homens?

Minha resposta: o medo. O medo de falhar, medo de não se sentir suficiente, medo de não ser aceito.

Ao longo do tempo, o homem tem corrido atrás de si para se proteger de si mesmo.

Ao mesmo tempo que o homem se corrompe, ele mesmo cria os dispositivos anti corrupção. Um emprego de energia desnecessário.

Sarbanes-Oxley, Lei de Responsabilidade Fiscal, Lei Anti Corrupção, Programas de Compliance, ISO's de toda ordem, são tentavas externas de regular algo que é interno: a consciência.

O Modelo do Pensador é um modelo de gestão baseado em valores que leva ao exercício do resultado sustentável começando DENTRO do homem, e não fora.

A forma como temos enfrentado a corrupção, a violência, a usura, o mal trato está equivocada. Temos feito isso de fora pra dentro, criando leis, normas e regulamentos.

Acredito que o processo seja de dentro pra fora, aí entra o papel dos grandes lideres que ajudam pessoas a se darem conta, fazer transformações de dentro pra fora, fazendo o fora ser o reflexo do que há dentro.

É aí que eu acredito que o mundo será transformado por meio da transformação dos indivíduos. Aqueles que têm a chave de suas consciências.

Quero mais uma vez te agradecer por estar presente e me permitir compartilhar algumas ideias com você. A cada dia aumenta o interesse por esses temas que temos conversado e mais pessoas estão solicitando receber as News.

Se você acha que um amigo possa se beneficiar, fale pra ele me enviar seu e-mail ou peça pra ele acessar www.instiad.com.br e cadastrar seu e-mail por lá.

Para falar comigo, você sabe, basta escrever para lcbinato@instiad.com.br

Que você seja vitorioso essa semana.

Obrigado pelo sua presença.

Caso você não queira receber esta Newsletter, envie uma mensagem para mim, lcbinato@instiad.com.br, com o assunto remover ou clique no link abaixo. Seu e-mail sairá da minha base imediatamente.

Te desejo uma mega segunda-feira, força sempre, boa jornada e vamos com tudo.

Luiz Cláudio Binato

Founder & CEO

INSTIAD

News em Destaque
Todas as News
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black LinkedIn Icon

© 2023 by INSTIAD Human & Business School