• Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black LinkedIn Icon

© 2023 by INSTIAD Human & Business School

Please reload

Todas as News

News 38 - A Liderança Como Forma de Mudar o Mundo

March 15, 2016

1/10
Please reload

News em Destaque

News 5 - Mudar a Si Mesmo

April 15, 2015

Quero te desejar é uma vida plena. Já parou para pensar nisso? Quão plena tem sido sua vida nos diversos papéis que você exerce?

 

Na News 4 da semana passada eu fiz um convite a você. Um convite ainda um tanto quanto intimista, de se juntar a nós do INSTIAD, para mudar o mundo a partir da mudança de indivíduos a começar por você. Recebi 46 emails referentes a esse convite de pessoas querendo se engajar.

Há, no meu ponto de vista, um clamor por mudanças. Entretanto, vejo pessoas querendo que haja mudanças, mas não dispostas a mudar. Isso é grave.

 

Quando uma sociedade requisita mudanças mas não quer mudar, podemos entrar num modelo de desenvolvimento perverso. Isso vale para qualquer grupo social, desde um casal, passando por uma família e estendendo a uma empresa.

 

Eu passo por muitas empresas semanalmente, converso com muito executivos e empresários quase diariamente e vejo uma enorme maioria querendo mudanças, mas não dispostas a mudar. Isso é delicado e coloca o cenário futuro em questão.

Como podemos querer mudanças e não querer mudar? Isso é justo? Estou sendo um líder correto quando penso e ajo dessa forma?

 

Talvez esse seja o grande desafio da era moderna: desenvolver pessoas capazes de auto regularem-se, decidirem o que querem para as suas vidas e assumindo a responsabilidade.

Nessas idas às empresas, sempre crio uma oportunidade de perguntar para o maior numero de pessoas, qual são os objetivos que sua empresa espera de você.  A resposta, em sua esmagadora maioria é o silencia.  Isso significa que há um grande número de pessoas caminhando sem saber para onde vão.

 

Quando você não sabe o que é esperado de você, seja por sua empresa ou mesmo por você, você tende a viver a esmo, sem um propósito. E, portanto, sem a procura de um bem maior.

Pense nisso!!! Como seria viver sem  um propósito, sem algo maior para te inspirar? Se você não tem uma meta clara, pode acreditar, acontecerão duas coisas.

 

Primeiro: você se concentrará apenas no curto prazo, no momento presente. Mas todo curto prazo tem um efeito no longo prazo;

 

Segundo: poderá será usado por alguém para cumprir a sua meta.

 

Simples assim.

 

Agora pense! Nesse exato momento você está trabalhando para atingir um resultado claro para você em um futuro visível ou você está apenas com o olhar no curto prazo? Ou, pior, você está vivendo e buscando suas metas ou está vivendo para atingir as metas de outras pessoas?

Quando você tem uma meta clara, um sentido e um significado novos motivos surgem em sua vida e você pode passar a viver por isso. Esse caminho gera uma transformação interna que transforma  a pessoa naquilo que ela deseja ser, para fazer o que tem que ser feito e ter o que deseja ter.

 

O mais interessante é que poucas pessoas sabem definir uma meta. E menos pessoas ainda se dispõem a fazer isso.

 

Então me pergunto: o que esperar de uma sociedade cuja maioria das pessoas não sabe o que querem de suas vidas? Sabem o que não querem! Mas saber o que querem enseja um esforço de autoconhecimento profundo, o que poucas pessoas estão dispostas a fazer.

 

De qualquer forma, vai aqui o meu recado: se você fizer o movimento de ir em busca do seu destino, mudando a si mesmo, para depois estar apto e à disposição para apoiar na mudanças de outras pessoas, então você poderá se considerar um figura de transição, aquela que trabalha para consolidar a mudança que o mundo está vivendo a partir de uma coerência consigo mesmo, formatando assim um modelo de liderança que o mundo busca.

 

Tenho visto muitas pessoas entrando nessa jornada nas formações, programas de Coaching e projetos em empresas que promovemos no INSTIAD.

Líderes assumindo a responsabilidade, eliminando o julgamento, entrando em ação e expandindo suas consciências para transformar o mundo a partir deles mesmos.

Estamos empenhados nessa causa e na próxima News (de número 6)  você saberá mais sobre isso.

 

Tem sido uma jornada muito entusiasmante essa de mudar o mundo a partir da mudança de indivíduos, equipes e organizações.

 

Algumas pessoas me perguntam: “mas Luiz,  não é muita pretensão sua querer mudar o mundo a partir da mudança de indivíduos? “. Minha resposta é simples: Não. É necessário e se você parar para pensar, as grande mudanças do mundo começaram com um pequeno grupo de pessoas engajadas em uma causa. Estamos com a nossa e você é convidado.

 

Mas esse será o tema principal da News 6. E você saberá o que estamos fazendo para mudar o mundo de um estado de coisas baseado no medo para um estado baseado na confiança.

 

Hoje começamos a turma 22 do Master em Coaching (com mentoring & counseling), nossa Formação em Desenvolvimento Humano e Organizacional. Esse é um dos caminhos que escolhemos para fazer essa transformação. E eu não estou sozinho, muito pelo contrário. Semana que vem vocês conhecerão quem faz parte desse projeto comigo.

 

Quero mais uma vez te agradecer por estar presente e me permitir compartilhar algumas ideias com você. A cada dia aumenta o interesse por esses temas que temos conversado e mais e mais pessoas estão solicitando receber as News. Se você acha que um amigo possa se beneficiar, fale pra ele me enviar seu email ou peça pra ele acessar www.instiad.com.br  e cadastrar seu email por lá.

Para falar comigo, você sabe, basta escrever para lcbinato@instiad.com.br

 

Obrigado pelo sua presença.

 

Força sempre, boa jornada e vamos com tudo.

 

Luiz Cláudio Binato

Founder & CEO

INSTIAD

 

 

 

 

 

Please reload

Siga

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Procurar por tags